Deborah Silva Santos


Nota biográfica

Doutoranda em Museologia pela Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologia (ULHT) – Lisboa/ Portugal. Mestre em História Social pela PUC/SP e Especialista em Museologia Avançada pelo Instituto de Museologia da Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo. Atualmente Professora-Assistente da Universidade de Brasília – UnB, atuando no Curso de Bacharelado em Museologia. Pesquisadora do Grupo de Pesquisa – Museologia, Memória e Patrimônio do PPGCInF da FCI/UnB. Membro do Núcleo de Estudos Afro-Brasileiro – NEAB/CEAM/UnB.

Áreas de interesse académico e científico

  • Museu
  • Museologia
  • identidade
  • representação
  • Mulheres afro-brasileiros
  • Patrimônio Africano e Afro-Brasileiro.

Projeto individual de doutoramento

Museologia e Africanidades: Experiência de Mulheres Negras em Museus Afro-Brasileiros
Título
Pedro Jorge de Oliveira Pereira Leite
Orientador
Resumo

Esta investigação identifica e analisa a participação de mulheres negras na elaboração de museus sociais afro-brasileiros buscando refletir as perspectivas de raça e a interseccionalidade de gênero e raça no campo dos museus e da Museologia. O argumento central parte da constatação de que os museus brasileiros são herdeiros dos museus europeus criados com a “retórica da modernidade e a lógica da colonialidade”, o que os tornou instituições que reforçaram e divulgaram o padrão de poder mundial eurocentrado moderno/colonial fundamentado na ideia de “raça” e no controle do trabalho, reforçando a colonialidade do conhecimento e dos seres. Adotamos na investigação os pressupostos do grupo de investigação Modernidade/Colonialidade em dialogo com a vertente da Museologia Social que reconhecem os processos museológicos de resistências políticas e epistêmicas propostos pelo pensamento negro e por feministas negras nos museus afro-brasileiros na tentativa de identificar as formas de preservação das culturas negras e outras não europeias, assim como possibilitam a visibilidade das memórias das mulheres afro-brasileiras.