João Azenha Rocha


Nota biográfica

Licenciado em Antropologia, tendo iniciado a investigação sobre a cultura material da serra do Alvão.

Mestrado em Museologia e Património, sobre as construções camponesas dedicadas ao milho. Professor de Geografia, técnico superior da Rede Portuguesa de Museus, do município de Arouca e do município de Montalegre. Diretor da Casa do Capitão, museu de Salto. desde 2005 até ao presente.

Desenvolvo atualmente investigação sobre as festas de São Sebastião em Barroso.

Grupo de investigação: Grupo 3 – Cultura, Memória e Território

Projeto individual de doutoramento

Festas de São Sebastião em Barroso
Título
Manuel Antunes
Orientador

Festas de São Sebastião em Barroso Resumo

O tema proposto para este projeto de Doutoramento centra-se nas festividades religiosas enquanto espaços e momentos em que os atores sociais constroem representações culturais, exercitam práticas e produzem discursos de pertença.

A partir da interpretação dessas representações, pretendo comparar as marcas de continuidade e de mudança nas Festas de São Sebastião, bem como os sinais e condições que originam situações de concessão ou de conflito.

Procurarei evidenciar as práticas recorrentes no presente e questionar as transformações ocorridas nessas práticas num ‘tempo longo’.

Proponho-me uma tripla abordagem: a partir da realidade atual, encarada de forma comparativa; a partir dos processos, num momento em que ‘o rural já não é agrícola, mas ainda não é outra coisa’; a partir dos agentes, dos indivíduos e dos grupos, dos seus interesses e dos seus projetos.

A relação entre o sagrado e o profano, as formas de organização social da festa, as variantes do ritual de partilha de alimentos, bem como o cerimonial em que se insere, representado em todas as ‘narrativas de fundação’, aparecem de igual modo como matérias importantes para a pesquisa.