João Robert Nogueira


Nota biográfica

João Robert Nogueira é licenciado em Física pela Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa e Mestre em Engenharia do Ambiente pelo Instituto Superior Técnico. Neste momento, encontra-se a frequentar o Doutoramento em Ciências da Educação na Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias desenvolvendo um projecto de investigação no qual pretende introduzir estratégias de programação computacional no processo de aprendizagem da Física no Ensino Secundário, procurando estabelecer uma ligação entre este tipo de estratégias e a integração de conceitos neste nível de aprendizagem.

Profissionalmente, a sua principal actividade está ligada ao Ensino universitário. Foi, durante três anos, Professor de Física (Assistente estagiário) na Universidade da Beira Interior, teve uma experiência de dois anos no Ensino Básico e Secundário, no qual lecionou Física e Química e Matemática; é neste momento Professor (Assistente) na Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, leccionando disciplinas nas áreas da Física, da Matemática e da Programação. É desde 2010 coordenador da área científica da Física da Faculdade de Engenharia da ULHT. Entre 2003 e 2013 foi investigador assistente no grupo MARETEC da secção de Ambiente e Energia do Departamento de Engenharia Mecânica do Instituto Superior Técnico. Desde 2007 é Investigador responsável do projecto Ciência Viva da ULHT. Desde Outubro de 2015 integra, como doutorando, o Centro de Estudos interdisciplinares em Educação e Desenvolvimento (CeIED).

Principais áreas de Interesse

  • Ensino das Ciências
  • Didática da Física
  • Integração de Conceitos
  • Programação Computacional

Projeto individual de doutoramento

Título
A programação computacional como elemento integrador de conceitos no processo Ensino/Aprendizagem de Física no Ensino Secundário português.
Orientador
José Duarte
Coorientador
José Paulo Pinto

Resumo

A disciplina de Física, no Secundário, apresenta taxas de insucesso elevadas. Os pré-conceitos errados que transitam do Secundário para o Superior dificultam uma compreensão da Física consistente para um 1º ciclo de estudos em Ciências. Procura-se nesta tese, por um lado, encontrar e identificar estes pré-conceitos e, por outro, testar estratégias de programação computacional a aplicar no Ensino Secundário, que permitam integrar os conceitos básicos da Física, evitando a construção de pré-conceitos inibidores de uma aprendizagem consistente das Ciências.