Joseanne Aparecida Maramaldo Levi


Nota biográfica

Graduanda em Sociologia pela Universidade Paulista, Maranhão. Brasil.

Graduada em Pedagogia pela Universidade Estadual do Maranhão, Maranhão. Brasil.

Especialista em Psicopedagogia pela Universidade Cândido Mendes, Maranhão. Brasil. Título: A IMPORTÂNCIA DA EDUCAÇÃO DOS SENTIMENTOS NA EDUCAÇÃO INFANTIL. Orientadora: Profª Dra. Maria da Conceição Maggioni Poppe.

Especialista em Administração Escolar pela Faculdade Mario Schenberg, Maranhão. Brasil. Título: A FUNÇÃO DA ESCOLA NA INCLUSÃO DOS HOMOSSEXUAIS. Orientadora: Profª Dra. Telma Bonifácio dos Santos Reinaldo.

Mestra em Ciências da Educação pela Escola Superior de Educação Almeida Garrett. Lisboa. Portugal. Título: A FUNÇÃO SOCIAL DA ESCOLA FRENTE À DISCRIMINAÇÃO E À PROMOÇÃO DA IGUALDADE DOS ALUNOS HOMOSSEXUAIS. Orientadora: Profª Dra. Telma Bonifácio dos Santos Reinaldo.

Doutoranda em Ciências da Educação pela Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias. Lisboa. Portugal.

Atuo como Docente Ensino Superior no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão e na Universidade Estadual do Maranhão. Maranhão. Brasil.

Projeto individual de doutoramento

Um olhar sobre a conceção dos professores e alunos sobre o homossexual na universidade.
Título
José Brás
Orientador

Resumo

Para Muntarbhorn (2016), o primeiro especialista da ONU que busca promover a inclusão de todas as pessoas independente de sua orientação sexual na conferência mundial na Associação Internacional de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Trans e Intersex (ILGA), na Tailândia, afirma que existem muitos desafios relacionados ao estereótipo e que as pessoas querem ser o que já são, mas, para isso, precisam enfrentar a discriminação. Segundo dados do Relatório de Violência Homofóbica no Brasil (2013), encontramos 36,4% sofreram violência discriminação relacionada a sua orientação sexual, sendo em sua maioria 24,5% de gays e 8,6% de lésbicas entre jovens com 33% entre 18 e 24 anos e 21,2% 25 e 30 anos.

Desta forma pretende-se realizar uma investigação sobre a concepção dos professores e também dos alunos sobre a inclusão do homossexual no espaço acadêmico. Quanto a metodologia a ser adotada pretende-se abordar qualitativamente e quantitativamente, analítica e descritivamente para conhecer os vários fatores relacionados sobre o tema. Serão escolhidas de modo aleatório duas universidades públicas na cidade de São Luís no estado do Maranhão e será utilizado como instrumento da pesquisa o questionário com perguntas abertas, fechadas e de múltiplas escolhas sobre as variáveis: idade, gênero, estado civil, grau de instrução, renda e religião e sobre a homossexualidade na universidade para professores e alunos que tenham vínculo com a licenciatura nestas Instituições de Ensino Superiores.