Luzinete da Silva Figueiredo


Nota biográfica

Luzinete da Silva Figueiredo, professora da Rede Municipal, Estadual e  particular de Ensino, professora de Pós-graduação do Grupo Ênfase de Estudos e Pesquisas. Professora atuante ao longo dos ultimos 35 anos nas diferentes realidades e modalidades de ensino, estudante continua sobre a realidade dos alunos, Licenciada em História (UNEB – Universidade do Estado da Bahia – Campus II – Alagoinhas), Licenciada em Pedagogia (Faculdade D. Pedro II – Salvador – Bahia), Bacharel em Teologia (Centro Universitário Leonardo Da Vinci- Alagoinhas – Ba), Licencianda em Sociologia (Centro Universitário Leonardo Da Vinci- Alagoinhas – Ba), Pós-graduada em Docencia Superior, Especialista em História Afro-brasileira, Pós-graduada no Ensino da Geografia, Pós-graduada em Politicas Publicas em Educação. Ao trabalhar com alunos das mais diferentes realidades, por ser atuante em municipios do interior do Nordeste Brasileiro cuja realidade se caracteriza por baixa renda, alunos que sobrevivem com o Bolsa Escola, o que representa um contexto de dificuldades, em que a aprendizagem é vista, por muitos, como uma forma de melhorar de vida, para outros como uma etapa a ser cumprida, mas que em geral não acreditam na sua eficacia. Convivo com as diferentes perspectivas de vida dos que estão envolvidos com a escola pública tanto quanto com a escola privada, conheço as formas como cada uma exerce seu papel frente a sociedade e percebo as diferenças como cada uma dessas atua.

Nasci na cidade de Inhambupe,  em um país considerado Terceiro Mundo, fui educada em escola publica municipal e estadual cuja ideologia era estabelecida pelo regime militar. Filha de pais semi-analfabetos (estudaram as séries iniciais do Ensino Primário), mãe dona de casa e pai pintor de parede, mas que priorizavam o estudo dos nove filhos, (nem todos quiseram). Uma infância dura, mas que busquei nos livros e nos estudos uma maneira de construir a vida diferente da dificil realidade de meus pais.

Tornei-me professora aos 17 anos (curso técnico de Magistério), hoje extinto, entrei para faculdade de Historia, aos 28 anos, casada e mãe de duas filhas, (atualmente uma advogada e outra engenheira e médica). Estudar ao longo do tempo é buscar compreender as realidades que norteiam os movimentos das sociedades, das diferentes formas como a vida acontece para cada um.

Atualmente, busco voltar-me para as pesquisas, escrita de artigos e objetivo alcançar a escrita do livro sobre a “Educação que eu vivi”, as filhas estão criadas, vou me aposentar das escolas e dedicarei meu tempo aos artigos, seminarios, registros de tudo que aprendi ao longo dos anos do chão de sala de aula.

A escola, a educação, os alunos formam o conjunto do meu viver, da minha realidade, busco estimular novas formas de vida aos que, muitas vezes, já não encontram perspectivas que o façam avançar. Assim, é o meu modo proprio de estimular estudantes a buscarem novos caminhos por meio das aprendizagens que a escola oferece.

Áreas de interesse académico e científico

  • Sociologia da Educação – A formação escolar e o preparo para a vida em sociedade.