Marisa Batista Ribeiro


Nota biográfica

Diretora Institucional do Governo do Estado de São Paulo, São Paulo (Brasil) de 07/01/2008 até a presente data, de 23/03/1993–08/10/2014 foi Professora na Prefeitura da Cidade de São Paulo. Desempenhou a função de Professor Pedagógico de 21/03/1996–30/01/1999. Foi Gestora de Projetos no Centro Educacional Unificado Atlântica, participou do Projeto de Investigação E3T em Leiria (Portugal), sob a Coordenação do Professor Doutor João Pedro Thomaz.

A doutoranda tem Formação em Magistério, Licenciatura Curta em Educação Artística, Licenciatura Plena em Artes Cênicas, Licenciatura em Pedagogia Universidade Nove de Julho, Pós-Graduação em Supervisão Escolar, Extensão em Cultura Popular (FAFE) USP, Mestrado em Gestão De Recursos Humanos pelo Instituto Superior de Gestão e Administração – Leiria, Leiria (Portugal), com desempenho de 18 valores. Atualmente cursa DOUTORAMENTO EM EDUCAÇÃO na Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, Lisboa (Portugal).

Em 2010, foi distinguida com a atribuição do prémio de júbilo e congratulações da Prefeitura Municipal e dois anos mais tarde, foi-lhe atribuído o prémio de Destaque e Elegância da Deputada Theosina Ribeirom e Black Society de São Paulo.

Projeto individual de doutoramento

A Organização Ética Escolar
Título
José Brás
Orientador

Resumo

A escola como organização viva, responsável pela escolarização dos cidadãos do mundo, é um dos espaços legítimos de emancipação cultural, social, económica, política e histórica. Em uma sociedade do conhecimento e da informação, a educação nunca dantes, fora tão necessária e importante, para a própria manutenção do status quo da humanidade. No entanto, percebe-se que para responder às demandas atuais na instituição escolar, onde é percetível identificar zonas cinzentas interrelacionais em seu ambiente social, que necessitam de respostas contundentes, nasce a necessidade deste projeto de tese, onde pretende-se analisar as relações sociais estabelecidas na organização escolar, e descobrir compreendendo, se essas interações e relações são favoráveis à construção de um ambiente humano favorável, propenso ao desenvolvimento e a elevação social, educacional, histórica, filosófica e psicológica.