Sérgio Fernando Saraiva da Silva


Nota biográfica

Professor Sergio Fernando Saraiva da Silva, doutorando em educação na Universidade Lusófona (Lisboa-PT) com o tema: Influência do ruído no aprendizado em salas de aula do ensino superior.

Possui Graduação em Ciências com habilitação em Física pela Universidade Estadual do Maranhão (UEMA), Especialização em Ensino de Física (UEMA), desenvolve estudos na UNICAMP e USP sobre a influência do som no comportamento humano e Membro da SOBRAC desde 2001.

Atualmente é Gestor da Unidade Turu da Universidade CEUMA. Desenvolve trabalhos de Ensino, Pesquisa e Extensão no que tange o conteúdo Energia e Acústica auxiliando inclusive o Poder Público no combate à Poluição Sonora.

Projeto individual de doutoramento

A Acústica como um dos principais mecanismos da formação do cidadão: um processo presente nos diversos espaços sociais.
Título
Rosa Serradas Duarte
Orientador
Ricardo João Gaio Alves
Co-orientador
Resumo

A evolução da humanidade perpassa pela educação e todos os movimentos estão relacionados com a qualidade dos espaços ocupados. Portanto este trabalho visa gerar layout proporcional aos parâmetros acústicos que colaborem no processo de aprendizagem no ensino superior uma vez que as configurações não acompanharam o crescimento das ferramentas tecnológicas assim como o quantitativo de pessoas envolvidas.

Ao perceber a dificuldade de informação técnica sobre como organizar a sala de aula teórica no ensino superior de acordo com as diversas metodologias aplicadas torna-se necessário a elaboração de mecanismos que colaborem com a qualidade da aprendizagem e, considerando que o aspecto acústico é presente nesses espaços, a pesquisa contempla dados que esclarecem a situação real do som como ferramenta do ensino.

O trabalho serve também como material de popularização da informação sobre a presença do som resgatando conceitos de fonte, meio e recepção assim como um método de controle visual da quantidade de energia sonora presente nos ambientes de estudo de maneira simplificada utilizando um espectro reduzido de três cores básicas: verde, amarela e vermelha, para evidenciar a real situação dos espaços estudados que servem como referencial para outras situações de demanda acústica.