Serie Aprendizagem e Formação

Gestão das aprendizagens na sala de aula inclusiva

Maria Odete E.Silva
Autor(es) / Editor(es)
2011
Ano de edição
978-972-8881-94-8
ISBN

Sinopse – A inclusão escolar de alunos com necessidades educativas especiais e/ou em situação de deficiência suscita dúvidas e dificuldades aos professores, nomeadamente quando se pretende uma resposta em termos de educação inclusiva. Este Trabalho resulta de preocupações que temos encontrado junto de educadores e de professores do ensino básico e secundário, que se prendem, essencialmente, com questões ligadas ao enquadramento da inclusão e, acima de tudo, com aspectos práticos quanto à sua implementação. Situando a inclusão após uma breve perspectiva histórica do que foi o percurso das pessoas em situação de deficiência ao longo dos tempos, este livro aborda estratégias de educação inclusiva, exemplificando com actividades fáceis de implementar, qualquer que seja o nível de escolaridade em que os alunos se encontram.


Manuais Escolares: mudanças nos discursos e nas práticas

José B.Duarte (Org.)
Autor(es) / Editor(es)
2011
Ano de edição
978-986-8512-02-4
ISBN

Sinopse – A equipa de investigadores do projeto Manuais escolares e atividades dos alunos partilha a constatação, na escola atual, de uma tendência transmissiva do professor e de uma correspondente passividade dos alunos. Ora em Portugal, desde 2001, as orientações curriculares propõem que os conteúdos de cada área sejam abordados com base em “situações e problemas”, tendo como finalidade o desenvolvimento de competências. Na perspetiva de uma pedagogia ativa e motivadora da curiosidade e tendo em conta a importância dos manuais de mediação entre os saberes e os alunos, temos vindo a trabalhar, desde há cinco anos, na investigação das atividades incluídas nos manuais escolares. Num desejo de alargamento do debate dessa problemática, surgiram os nossos colóquios de 19 de Junho de 2009 e de 10 e 11 de Setembro de 2010, do qual selecionámos algumas comunicações para a presente publicação.


Formação de professores para a inclusão de alunos com necessidades educativas especiais – contributos de investigação

Maria Odete E. Silva
Autor(es) / Editor(es)
2016
Ano de edição
978-989-757-028-5
ISBN

Sinopse – Este trabalho teve como objetivos: refletir sobre o contributo para a formação de professores, de investigação que orientámos nos Mestrados em Ciências da Educação, realizada no Estado do Rio Grande do Norte, Brasil, em Ensino de Artes Visuais, que se processou no distrito de Lisboa, e em Educação Especial, que decorreu neste distrito, no de Setúbal e no de Portalegre; divulgar a investigação realizada.

Decorrendo no âmbito de estudo de caso, os estudos em Ciências da Educação (3) e em Ensino de Artes Visuais (4), analisaram atitudes, dificuldades e estratégias decorrentes da inclusão de pessoas com necessidades especiais. Como instrumentos, utilizaram pesquisa documental, notas de campo e entrevista semi-diretiva, que abrangeu um total de 47 sujeitos. Os resultados evidenciaram atitudes pouco facilitadoras da inclusão destas pessoas por parte dos agentes educativos e das entidades patronais, contrariamente à importância e satisfação que estes alunos, encarregados de educação e jovens inseridos no mercado de trabalho lhe atribuem; dificuldades de natureza conceptual no que diz respeito à inclusão, e de natureza operacional relativamente à sua operacionalização, por parte dos professores e dos formadores; estratégias pouco facilitadoras da interação entre todos os alunos da turma e da inclusão daqueles que têm mais dificuldades.

Os projetos de investigação-ação (7), realizados no âmbito do Mestrado em Educação Especial utilizaram como instrumentos, pesquisa documental, entrevista, observação naturalista, sociometria e notas de campo. As estratégias consistiram em apoio individual ao(s) aluno(s), na implementação de trabalho a pares e em grupo, no contexto das turmas, a partir de atividades programadas; na elaboração de registos de avaliação objetivos; na divulgação do trabalho realizado à escola, à família dos alunos e, nalguns casos, à comunidade. Concluiu-se que os alunos com necessidades educativas especiais, ao trabalharem em conjunto com os seus colegas da turma, de acordo com as suas possibilidades, tinham desenvolvido capacidades e, nalguns casos, tinham feito aprendizagens significativas; que a interação tinha sido benéfica para todos e não tinha prejudicado o cumprimento do programa; que a implicação dos encarregados de educação dos alunos com necessidades educativas especiais tinha sido fundamental para o processo; que há ainda um longo caminho a percorrer no que à inclusão destes alunos diz respeito.

O estudo de caso permitiu perceber como a inclusão dos alunos e dos jovens com necessidades especiais está a processar-se nos contextos em que as investigações decorreram, os projetos de investigação-ação confirmaram a importância deste processo para a formação dos professores.


Inclusão de Pessoas Com Necessidades Especiais: Estudos

Francisco Alberto Ramos Leitão
Maria Odete Emygdio da Silva
Autor(es) / Editor(es)
2019
Ano de edição

Sinopse – Uma escola inclusiva deve ser muito mais do que uma resposta às necessidades educativas dos alunos com necessidades especiais. Deve também: Proporcionar uma educação com uma perspectiva centrada num currículo eficaz para todos. Promover a partilha dum mesmo espaço educativo entre crianças e jovens de diferentes níveis sociais e diferentes culturas, proporcionando uma mútua aceitação das diferenças. Facilitar o encontro entre as respectivas famílias, abrindo pontes para o desenvolvimento de comunidades heterogéneas. Este caminho não é fácil nem curto e implica: A cooperação entre os alunos e entre os professores. A harmonia entre a intervenção que visa a sala de aula e a que se dirige especialmente a alunos com necessidades específicas. Uma inquebrantável vontade de contribuir para um mundo mais solidário. Este livro é, sem dúvida, um importante caminho nesse sentido.