• Início
  • Notícias
  • ReLeCo NEA-ES/CeiED: Núcleo de Estudos Africanos – Educação e Sociedade e a ReLeCo CEM/CeiED: Cultura(s), Educação e Memória(s) participam no 2.º Congresso Internacional «O Liberalismo e a Imprensa Colonial» (FLUL, 21 e 22 de setembro de 2022)

ReLeCo NEA-ES/CeiED: Núcleo de Estudos Africanos – Educação e Sociedade e a ReLeCo CEM/CeiED: Cultura(s), Educação e Memória(s) participam no 2.º Congresso Internacional «O Liberalismo e a Imprensa Colonial» (FLUL, 21 e 22 de setembro de 2022)

Os investigadores do CeiED Arlinda Cabral, José Viegas Brás e Maria Neves Gonçalves, que coordenam as Comunidades de Investigação e de Aprendizagem (Research and Learning Community) Núcleo de Estudos Africanos – Educação e Sociedade (ReLeCo NEA-ES) e Cultura(s), Educação e Memória(s) (ReLeCo CEM), apresentaram a comunicação intitulada «O Colonial: um circuito informativo entre Portugal e os domínios ultramarinos em finais da Monarquia», no Painel 1 – “Mobilidades, Circulações e Identidades Impressas”, no 2.º Congresso Internacional do Grupo Internacional de Estudos da Imprensa Periódica Colonial do Império Português (GIEIPC-IP) – «O Liberalismo e a Imprensa Colonial», que teve lugar na Faculdade de Letras, da Universidade de Lisboa, nos dias 21 e 22 de setembro de 2022.

O 2.º Congresso Internacional foi organizado pelo Grupo Internacional de Estudos da Imprensa Periódica Colonial do Império Português (GIEIPC-IP), em parceria com o Projeto Orion – Orientalismo Português, com o CHAM – Centro de Humanidades, da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade NOVA de Lisboa, e o CEComp – Centro de Estudos Comparatistas, da Faculdade de Letras, Universidade de Lisboa. Teve, ainda, como instituições parceiras a Biblioteca Nacional de Portugal, a Biblioteca da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, o Arquivo Histórico de Moçambique, a Biblioteca Nacional de Moçambique, a Biblioteca Nacional de Angola, o Centro de Documentação 25 de Abril, o Grupo Pensando Goa, a Fundação Mário Soares e Maria Barroso, e o Instituto Arquivo Histórico Nacional de Cabo Verde.

Este evento internacional procurou “estabelecer uma ponte de compreensão entre […] [o] debate liberal na imprensa, existente na época em que aconteceu, nas suas diversas ramificações a nível do império, e a representação do mesmo na atualidade”. Os trabalhos apresentados enquadraram-se no âmbito do império português – imprensa metropolitana e ou das colónias, e as propostas de comunicação abordaram temas diversificados, de que são exemplo “as lutas anticoloniais na imprensa periódica (século XIX); o debate sobre nação e nacionalismo no espaço colonial (século XIX); o surgimento da imprensa periódica nas colónias; a influência recíproca entre as imprensas coloniais de impérios diferentes; direitos individuais e espaço público na imprensa colonial (século XIX)”.

O 2.º Congresso Internacional do GIEIPC-IP contou com a participação de Oradores Convidados e investigadores e professores oriundos da Universidade Pedagógica de Maputo, da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade NOVA de Lisboa, do ISCED – Instituto Superior de Ciências da Educação de Luanda, e do ICS – Instituto de Ciências Sociais, Universidade de Lisboa, a Universidade Federal do Rio Grande, Universidade Internacional da Integração da Lusofonia Afro-brasileira Universidade de São Paulo, Universidade Católica Portuguesa, Goa University e Universidade Estadual Paulista.

No âmbito da estratégica de internacionalização do CeiED/ULHT, impulsionada pelo seu Diretor, Professor Doutor António Teodoro, através da promoção da investigação sobre a educação e o desenvolvimento e da participação do CeiED em redes regionais e globais, os Investigadores Arlinda Cabral, que coordena a ReLeCo Núcleo de Estudos Africanos – Educação e Sociedade, e José Viegas Brás e Maria Neves Gonçalves, que coordenam a ReLeCo Cultura(s), Educação e Memória(s), apresentaram a sua comunicação no 1.º painel do Congresso, juntamente com Investigadores e professores de outras instituições de ensino superior.

Esta atividade conjunta e interdisciplinar da ReLeCo NEA-ES e ReLeCo CEM concretizou a integração do estudo do tema da história da educação nos países africanos, na perspetiva da Imprensa Colonial Periódica, enquanto áreas de estudo das Ciências da Educação. Esta primeira participação de investigadores do CeiED neste Congresso internacional sobre imprensa periódica colonial permitiu encetar o início de um diálogo com o Grupo Internacional de Estudos da Imprensa Periódica Colonial do Império Português, tendo em vista uma maior participação dos Investigadores do CeiED no próximo Congresso sobre Estudos da Imprensa Periódica Colonial do Império Português.

Websites:

ReLeCo NEA-ES/CeiED: Núcleo de Estudos Africanos - Educação e Sociedade e a ReLeCo CEM/CeiED: Cultura(s), Educação e Memória(s) participam no 2.º Congresso Internacional «O Liberalismo e a Imprensa Colonial» (FLUL, 21 e 22 de setembro de 2022)