• Início
  • Notícias
  • Conferência Formação Inicial de Educadores/as de Infância e Professores/as reúne mais de 200 participantes

Conferência Formação Inicial de Educadores/as de Infância e Professores/as reúne mais de 200 participantes

Realizou-se no dia 23 de setembro de 2022, a I Conferência Nacional Formação Inicial de Educadores/as de Infância e Professores/as: Realidades e Perspetivas em Debate, aberta a uma audiência presencial e online e que reuniu mais de 200 participantes.

A Conferência, organizada pelo OP.Edu – Observatório das Políticas de Educação e Formação, a ESEL- Escola Superior de Educação do IPLUSO e o Instituto de Educação da Universidade Lusófona, permitiu a discussão informada e qualificada e a reflexão em torno de vários temas, no seu contraste entre realidades e perspetivas, incluindo o acesso à profissão, a organização dos planos de estudo, e a iniciação à prática profissional de educadores/as de infância e professores/as.

A Conferência contou, na sua Sessão de Abertura, com intervenções do Reitor da Universidade Lusófona, Mário Caneva Moutinho, e de Teresa Teixeira Lopo e Ana Maria Seixas, codiretoras do OP.Edu. Seguiram-se as intervenções, desdobradas em vários Painéis, de António Teodoro, Diretor do CeiED – Centro de Estudos Interdisciplinares em Educação e Desenvolvimento e do Instituto de Educação da Universidade Lusófona, Assunção Flores, do Instituto de Educação da Universidade do Minho, Carlos Ceia, da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, Dalila Lino, da Escola Superior de Educação do IPL – Politécnico de Lisboa, Ernesto Candeias Martins, da Escola Superior de Educação Instituto Politécnico de Castelo Branco, Joaquim Escola, da Escola de Ciências Humanas e Sociais da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, Maria João Cardona, da Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Santarém, Maria João Mogarro, do Instituto de Educação da Universidade de Lisboa e, ainda, de Vítor Duarte Teodoro, do Instituto da Educação da Universidade Lusófona.

Participaram, ainda, Sílvia Berény, da OSMOPE – Organização Social do Movimento das Pontes Educativas, Elizabete Eufémia, da Associação Tempos Brilhantes e Conceição Ramos, da Escola Secundária Maria Amália Vaz de Carvalho, bem como, as ex-alunas Ana Lima e Leonor Teixeira da Rocha do Mestrado em Educação Pré-escolar e Ensino do 1.º ciclo do Ensino Básico da Escola Superior de Educação Paula Frassinetti e Viviana Rodrigues do Mestrado em Ensino de Artes Visuais no 3.º Ciclo do Ensino Básico e no Ensino Secundário da Universidade Lusófona, que relataram as suas experiências recentes de transição e entrada na profissão docente.

As apresentações contaram com a moderação experiente dos/as investigadores/as do CeiED e do OP.Edu, Ana Paula Gomes, Arlinda Cabral, Clara Craveiro, Constança Vasconcelos, Inês Vieira, Isabel Sanches, João Filipe Matos, João Gouveia, Maria Neves Gonçalves e Nuno Mantas.

Em parceria com o Centro de Formação de Escolas António Sérgio, esta conferência foi certificada como Ação de Formação de Curta Duração (ACD), ao abrigo do Despacho 5741/2015 de 29 de maio, para efeitos de progressão da carreira docente de educadores/as de infância, docentes do ensino básico e secundário, e de educação especial.

A proposta apresentada por António Teodoro no Encerramento dos trabalhos – Um novo contrato social para a formação inicial de professores – será disponibilizada brevemente para consulta pública de todos/as os interessados/as.

Tags: