NEA-ES: Núcleo de Estudos Africanos – Educação e Sociedade

Apresentação

Com a presente ReLeCo pretende-se proporcionar a emergência de novas logicas e abordagens com enfoque na sociocontemporaneidade africana, e a forma como a realidade social, cultural, política e económica influencia as politicas educativas, os ideais educativos, os processos e praticas pedagógicas, neste continente.

A identificação de novas perspetivas, assentes no enquadramento sociohistórico e educativo de estados soberanos, maioritariamente legitimados democraticamente após os processos de independências, e com projetos nacionais de desenvolvimento socioeconómico delineados e pensados, constituirão os campos de análise social e de identificação de potenciais sinergias e parcerias que beneficiem de abordagens complementares de sul e do norte, em complemento dos discursos assentes na lógica de continuidade, que revisitando conceitos de colonialismo e pós-colonialismo na perspetiva de legitimação dos modelos democráticos, e sociedades contemporâneas, procurarão dar lugar aos discursos contemporâneos de um continente que se reinventa continuamente, mormente as especificidades do seu enquadramento logico temporal. A influencia das agendas globais constituirá igualmente um campo de estudo, porquanto influenciam a educação, nas suas diferentes vertentes, de que é exemplo o campo da formação de professores, da educação de jovens e adultos, da inclusão.

Pretende-se assim, através desta rede colaborativa de partilha e de produção científica de conhecimento sobre o continente africano, estimular a colaboração institucional, regional, nacional, transnacional e internacional, que contribua para o aumento do conhecimento interdisciplinar, transdisciplinar e multidisciplinar das realidades sociocontemporâneas africanas, e que tenha como enfoque a relação entre educação e sociedade.

Privilegiar-se-á a abordagem comparada, interdisciplinar, histórica, sociológica, e que tenha em conta a ciência política e a economia, para um melhor conhecimento das sociedades contemporâneas africanas e dos desafios que enfrentam atualmente, como a pressão demográfica, a drenagem cérebros, a competitividade, as clivagens sociais e a forma com a educação e o conhecimento interagem com estas valências. O trabalho em rede poderá ainda contribuir para a identificação de investigadores e académicos do norte e do sul, de diferentes contextos, países e continentes, que se dediquem aos estudos sobre as sociedades e a educação em África, criando espaços de dialogo para partilha de perspetivas varias sobre as varias áfricas.

Coordenação

  • Arlinda Cabral

Investigadores

  • Alcina Martins (Universidade Lusófona do Porto)
  • António Teodoro
  • Arlinda Cabral
  • Bendita Donaciano (Universidade Pedagógica de Moçambique)
  • Isabel Sanches
  • Joana Quinta (Universidade Katyavala Bwila – Angola)
  • José Brás
  • Lucimar Dantas
  • Maria Neves Gonçalves
  • Teresa Patatas