Skip to main content

Projetos

MUSDIS: A Arte e a Disposição Museológica. Comunicação Inclusiva

Apresentação

MUSDIS é um projeto de investigação académica que visa teorizar e testar a arte contemporânea como uma ferramenta que contribui para estabelecer museus como instituições que constroem justiça social, numa democracia e forma dialógica. O principal objetivo do MUSDIS (realizado através de uma conferência internacional e uma publicação) é preencher uma lacuna no atual estado da arte. Visa sistematizar e fundamentar teoricamente o papel da arte no campo das técnicas dialógicas, inclusivas e não-autoritárias e programas de mediação de informação entre a audiência e as coleções museológicas. Em primeiro lugar esta investigação será realizada a um nível histórico, com estudos de casos históricos e museológicos de arte desde o início do século XX até aos nossos dias. Em segundo lugar, a investigação será orientada para uma mapeamento das estratégias atuais que são lançadas por artistas, curadores e instituições para a descolonização as suas coleções museológicas, envolvendo arte conceptual. Representa um projeto-piloto para a preparação do Projeto FCT a ter lugar em 2023-2024.

Atividades

  • Conferência internacional realizada na Fundação Maison Science de l’Homme (FMSH) em parceria com a Maison Suger em Paris nos dias 6 e 7 de Outubro de 2022. Oradores principais:
  • Prof. Dr. Mário Moutinho (Ulusófona) e Sara Alonso Gomez (Aix Marseille Université).
  • Publicação de um livro como resultado da conferência, através de artigos escritos pela oradores e outros materiais, a serem publicados em 2023.

Investigadores

Marta Jecu (I.R.), prof. Maria Constança Vasconcelos (Ulusófona), prof. Margarida Belchior (Ulusófona), prof. José Gomes Pinto (Ulusófona), Roberta Gonçalves (Ulusófona), Heloísa Vivanco (Ulusófona), Maria Luísa Moita (M.A. grant 5 meses) (Ulusófona), Sara Guindani (Fondation Maison des Sciences de l’Homme, Paris).

  • Período Date
    01.01.2022- 30.05.2023
  • Financiamento Funding
    Ilind Universidade Lusófona: 15.000 Euros